segunda-feira, 31 de julho de 2017

[Literariamente - Resenha] Espelho das Cores

Olá pessoas bem bonitas, dia segunda é dia de resenha! E hoje trago a resenha de um livro muito lindo e cheio de carga emocional, esse foi um dos livros mais difíceis para mim, não por ser ruim mas por ser tão emotivo, que foi preciso eu ler devagar para entender e com toda eu recomendo esse livro. Então vamos conhecer um pouco mais sobre Espelho das Cores do autor Pedro Ivo?


Título: Espelho das Cores
Autor: Pedro Ivo
Páginas: 206
Editora: Quártica Premium
Nota: ✩✩✩✩(ótimo)
Sinopse: Gabriel é um adolescente comum: vai à escola, cultiva amigos, frequenta um grupo de adolescentes da igreja e, como pode acontecer com qualquer outro de sua idade, perturba-se com a descoberta da paixão. Não esperava, contudo, que essa paixão pudesse se dividir entre Anabelle e o melhor amigo, Juan, causando um conflito inesperado entre sua sexualidade e as convicções de sua religião. (Parágrafo) A descoberta de uma nova amizade, contudo, poderá ser capaz de abrir-lhe os olhos para seguir um novo caminho, mas somente a sinceridade de todos ao seu redor será capaz de revelar as verdades que os conduzirão até últimas consequências de suas experiências e perspectivas de vida.

Em Espelho das Cores conhecemos Gabriel, uma adolescente como eu e você, ele gente como a gente: vai à escola, tem amigos, frequenta à um grupo da igreja e tem suas dúvidas sobre o amor. Gabriel se vê apaixonado por Anabelle e Juan e não sabe como lidar bem com isso.

Para lhe ajudar com toda essa confusão, entra Bruno, um amigo que também fazia parte dos Mensageiros(grupo da igreja) e era homossexual, o Bruno tem uma importância muito grande na decisão do Gabriel em tentar se aceitar, porque como ele mesmo diz "uma hora encaixamos uma peça, depois o encaixe que cabe melhor é outro..."

Decidido a contar seus sentimentos a Juan, Gabriel passa uma tarde na cada de Juan, onde conta suas aflições e sentimentos e ali começa um "lance", que não dá certo.

Depois de algum tempo, eles se reencontram e tudo está mudado, suas duas paixões estão juntas e Gabriel se sente traído, mas a noite de virada do ano também traz surpresas, mesmo Juan estando com Anabelle, ele acaba beijando Gabriel o que causa uma grande confusão para quem vê a cena.

"É um tanto complexo pensar que cada ser humano possua a chave um do coração do outro, quando nem sempre é possível utilizá-la corretamente."

Decidido a esquecer essa parte do seu passado, Gabriel decide ir para outra cidade cursar uma licenciatura e abandona o livro, que quando mais novo, ele começou a escrever com seus amigos.
Mas parece que o destino, ou seria Deus?, não quer que essa história acabe assim e sendo assim, Gabriel conhece uma pessoa especial que não se importa com a bagagem dele e se interessa bastante pela história dele. Como será que acaba essa história? Só lendo para descobrir!

"O passado deve ser como um baú que você abrirá lembrando os momentos bons com bastante afeto e nos momentos ruins como um grande aprendizado..."

Esse livro foi um dos mais especiais que li e um dos mais lindos também, a carga emotiva dele, como vemos a mesma história por vários ângulos nos faz entender que não existe um vilão totalmente vilão e um herói totalmente herói. Todos são os vilões e heróis dessa história sobre superação e autoconhecimento.

O livro não tem diálogos, ou seja, tudo que lemos é como tudo está sendo processado pela cabeça dos nossos narradores e isso pode causar um estranhamento no início mas depois fica Ok. E também há partes onde não há pontuações ou, aparentemente, uma coerência, aí é o livro sendo escrito e é encantador. Esse livro todo é encantador.

"Você me promete que me ajuda a chegar ao fim de tudo isso?
Com todo meu coração, Gabriel, eu prometo."

Espelho das Cores nos faz refletir sobre quem somos, o que é certo ou não, sobre nossas confusões internas e também nos fala sobre fé, fé que podemos superar quaisquer problemas e situações.
Um livro encantador sem sombras de dúvidas!